A pequena loja dos horrores de Sam Raimi

Em um estalo, a morta-viva salta do porão, como um palhaço de uma caixa de surpresas, e trucida uma vítima a dentadas; o demônio ganha visão subjetiva e, veloz como uma papa-léguas, circula uma cabana na floresta; a mão do herói ganha vida própria e os dois brigam como se estivessem numa comédia dos Três … Continue lendo A pequena loja dos horrores de Sam Raimi

As correntes de Kill Bill

Um instantâneo captado num canto de um estacionamento pode dizer muito. Pode contar histórias e também ser referência a um universo que se expande. Esssa traduz como poucas um filme de Quentin Tarantino. Se quiser ir adiante, leia tudo sobre os dois volumes de Kill Bill, sobre a arte das cinéticas voadoras de Yuen Woo … Continue lendo As correntes de Kill Bill

Nolan Três por Um

Christopher Nolan voltou às manchetes (uuhh, palavra obsoleta!) na mídia com Tenet. Não tenho opinião formada por que ainda não vi, mas sobre o resto da filmografia tenho. Então, imitando o diretor , que adora jogos, vou propor um. Acima há três filmes de Nolan, dois me divertem, o outro, tem gente que acha genial, … Continue lendo Nolan Três por Um

Baby Driver – Em Ritmo de Fuga

★★★★ Esse é um filme de assalto Tarantinesco reconcebido como um musical de jukebox por um diretor inglês conhecido por besteiróis pop deliciosos como Todo Mundo Quase Morto, Scott Pilgrim Contra o Mundo e Chumbo Grosso. Para quem não se lembra o nome, estou falando de Edgard Wright. Ele é cultuado em muitos círculos, mas … Continue lendo Baby Driver – Em Ritmo de Fuga